Make your own free website on Tripod.com

WRESTLING
A Luta

Home

História
A Luta
Wrestling Curitiba
Treinamento
Musculação
Biomecânica da Luta
Fotos de Golpes
Links
Agradecimentos
Autor
Contato

Minutos que parecem horas...

Num tapete (local onde se realiza a luta) quadrado com um círculo no meio com cerca de 9 metros quadrados , dois lutadores se postam frente-a-frente para o início de um combate.

O combate pode ser decidido, pela via normal, de duas maneiras:

a) Quando um dos lutadores, tanto na luta greco-romana quanto no estilo livre, conseguir fixar os ombros do adversário no tapete a luta se dá por terminada e o autor do golpe é declarado vencedor.

b) Pela soma de pontos que cada atleta conquista durante o mesmo. Um movimento bem-sucedido, bem como um golpe aplicado com propriedade, valem pontos. Conforme o grau de dificuldade de cada golpe, o lutador soma pontos de 1 a 5. A pontuação usual nos combates visam não só os golpes aplicados, mas também posições de vantagem, exposição e escapadas. Se conseguir uma vantagem de dez ou mais pontos, o lutador vence a luta por "superioridade técnica".

c) Pode-se terminar uma luta, ainda, por fato da desclassificação ou lesão de um dos lutadores (abandono).

Cada combate na luta consiste em dois tempos de três minutos de duração cada um, com um intervalo intervalo de 30 segundos entre os períodos. Mas há uma prorrogação eventual de três minutos, caso os adversários estejam empatados.

Apesar de parecidas a Luta Livre e a Greco-Romana são competições distintas. Na segunda, não se pode utilizar as próprias pernas, com elas tocando o adversário, para desequilibrar o adversário. Também não é válido atacar com qualquer parte do corpo as pernas do seu adversário. A Luta Greco-Romana se restringe a parte superior do corpo.
No estilo livre, não existe estes impedimentos.

Nos dois, porém, é proibido golpes baixos, dedo no olho, puxões de cabelo, chaves-de-braço e estrangulamento, segundo a Confederação Brasileira de Lutas. Os dois itens foram retirados das regras depois que vários casos de fraturas graves e até mortes.

A Luta Olímpica, como se vê, é muito mais do que uma luta desregrada. Muitas são as regras para que a luta não seja desleal, porém interessante.

Primeiro devemos destacar que existe uma divisão por pesos. Isto serve para que os lutadores se utilizem mais das técnicas do que de sua força. Sem excluir esta última, obviamente, pois o atleta que estiver mais bem preparado fisicamente pode se sobressair frente a seu oponente, caso se igualem tecnicamente. A seguir as categorias de peso para os atletas do sexo masculino adultos que está suscetível a mudanças pela FILA:

55
60
66
74
84
96
120

Técnicas e ações ilegais

Nos dois estilos de luta está proibido:

- sair sem autorização do tapete
- estapear como, obviamente, socar e chutar
- puxar ou pressionar o rosto do adversário
- beliscar, arranhar ou morder
- puxar ou arrancar pêlos do adversário
- torcer
- estrangular
- puxar ou segurar o adversário pela malha
- realizar técnicas que possam lesionar ou provocar dor excessiva ao adversário

Outras regras a serem seguidas durante o combate

1) Os atletas da luta não podem iniciar um combate suados. O suor deixa a pele do lutador escorregadia e dificulta a realização de golpes. Para que os competidores possam se agarrar com mais firmeza, eles geralmente são secos com uma toalha antes da luta, após o devido aquecimento.

2)Os lutadores não podem falar com seus adversários durante a luta. Para evitar provocações desnecessárias e eventuais rixas pessoais.

3)As unhas dos atletas devem estar devidamente bem cortadas. Isso se deve ao fato de a luta ser de muito contato físico e um atleta não pode se prevalecer de uma unha avantajada para machucar o adversário com arranhões.

4)Os cabelos devem ser curtos ou amarrados para trás.

5)Fazer a barba.

6)Retirar objeto metálicos ou duros que possam machucar o adversário como correntes, anéis, relógios, pulseiras ou outros da mesma espécie.

PONTUAÇÃO - Valor das ações e técnicas

O corpo de árbitros aprecia a importância das técnicas e atribui 1,2,3 ou 5 pontos.

Ações de 1 ponto:

- levar o adversário ao solo

- fazer uma passada atrás (laçar o adversário pelas costas)

- quando um lutador ataca e o adversário sai deliberadamente do tapete

- um lutador que se libera de um controle no solo e volta a ficar em pé

- un lutador que mantém seu adversário 5 segundos ou mais em "ponte" (movimento no qual permanece de costas para o tapete sobre sua cabeça e pernas, sem encostar os ombros no chão).

Ações de 2 pontos:

- lutador efetua técnica colocando o adversário no solo em posição de perigo

- lutador faz girar seu adversário sobre as espáduas deste

- como penalização por uma técnica ilegal

- como penalização por sair do tapete em posição de perigo

Ações de perigo:

- por toda técnica correta executada levantando o adversario do solo, con pequena amplitude e o postando em posição de perigo

Ações de 5 pontos:

- ao lutador que executa uma "queda" de grande amplitude (por cima de sua própria cabeça).

O corpo de árbitros valora o comportamento dos lutadores. Se um deles se comporta de forma passiva o árbitro pode puni-lo por passividade e isto contará, também, na hora da decisão em caso de empate.